Instalação de Plataformas em Condomínios

Mais que se adequar às novas normas, a instalação de plataformas elevatórias de acessibilidade garante o direito do livre acesso.

Plataforma AC02 - V120 - Itupava Hauss

Plataforma AC02 - Ideal para entrada de edifícios, acesso a mezaninos, piscinas e locais com desnível de até 2m.

 

Nas ruas, nos supermercados e nos parques, a população idosa está sendo encontrada casa vez mais. Não é por menos, segundo um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado em outubro, o número de pessoas com idade acima dos 60 anos no país cresce acima da média mundial. Hoje, o Brasil possui 23 milhões de idosos, o que corresponde a 12,5% da população. Em 2050, o país terá 64 milhões de pessoas nessa condição, ou seja, 30% do total do país.
Diferente dos países europeus, em que o processo de envelhecimento acompanhou as melhorias e evolução das cidades, no Brasil a população ainda enfrenta diversos desafios de acessibilidade, não só para idosos, mas também para o uso dos deficientes, carrinhos de bebê, entre outros. Isso mostra a demanda por melhorias, a começar pela própria residência do idoso. Os condomínios de prédios, por exemplo, foram construídos sem levar em consideração necessidades especiais de todos os moradores.
Em função disso, foram criadas leis e normas para suprir a carência de referenciais técnicos na área da acessibilidade, a de maior destaque foi a NBR 9050 publicada em sua primeira versão nos anos 80. Hoje, tem sido atribuído à esta norma o papel de auxiliar legislações municipais que regulam a atividade construtiva, buscando a padronização da atividade de planejamento, de execução do espaço edificado, seja ele privado ou público, porém ainda havia lacunas a serem resolvidas. Com isto, recentemente a ABNT divulgou uma nova revisão desta norma que entra em vigor a partir de 11 de outubro de 2015.
Para o diretor comercial da Daiken Elevadores, Fabrício Serbake, a instalação de plataformas vem sendo procurada por condomínios residenciais para se adequar as normas da ABNT NBR 9050. “Além de atender às normas, a acessibilidade é um direito e tem o objetivo de permitir a integração de todos, sem exceções “, explica.
Além disso, as plataformas elevatórias são uma solução mais barata, se comparadas a construção de uma rampa. Outra vantagem desse equipamento é a economia de espaço, já que muitos condomínios não oferecem espaço adequado para longas rampas de acesso.

 

 

Download release em PDF

Atendimento à imprensa BG Comunicação
Jornalista responsável: Taysa Dias – jornalismo@bgcomunicacao.com.br
Telefone: (41) 3203-1894

Gostou? Compartilhe este artigo!
Artigos Relacionados
linkcrossmenu linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram